11/03/2012

Irã classifica ataques israelenses a Gaza de 'crimes de guerra'




O Irã classificou neste domingo os ataques aéreos israelenses à Faixa de Gaza de "crimes de guerra" contra "a população palestina indefesa", pedindo uma condenação internacional. "O Irã condena firmemente os crimes selvagens do regime sionista contra o povo palestino inocente e indefeso de Gaza", indicou o Ministério iraniano das Relações Exteriores em um comunicado divulgado pela agência oficial Irna.


"As recentes agressões (...) são crimes de guerra", insistiu o ministério, considerando que as organizações internacionais e as organizações de defesa dos direitos humanos deveriam denunciar "essas violações repugnantes dos direitos humanos".

Israel efetuou desde sexta-feira 26 ataques aéreos em Gaza, segundo o ministro israelense da Defesa, Ehud Barak. Segundo fontes médicas palestinas, pelo menos 18 palestinos, incluindo uma criança, foram mortos.

Enquanto isso, grupos armados palestinos dispararam 124 foguetes em direção a Israel, segundo Barak. Este novo ciclo de violência foi desencadeado pela morte de Zuheir al-Qaissi, chefe dos Comitês de Resistência Popular (CRP), morto na sexta-feira em um ataque israelense.

O ministério iraniano acusou Israel de ter recorrido ao "terrorismo de Estado" para eliminar Qaissi. O Estado hebreu intensificou nas últimas semanas as ameaças de uma intervenção militar destinada a impedir que Teerã produza uma arma atômica.

Fonte: Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário