10/03/2016

Marinha incorpora Navio Doca Multipropósito Bahia

NDM Bahia, ex-Siroco - Foto: Marinha do Brasil

Conheça a mais recente aquisição da Marinha do Brasil. O Navio Doca Multipropósito Bahia foi incorporado, nessa quinta-feira (10/03), em cerimônia realizada em Toulon, na França.

O NDM Bahia, ex-Siroco, é um navio com deslocamento de 12.000 toneladas (a plena carga), com 168 metros de comprimento, 23,5 metros de boca, calado de 5,2m, capacidade de atingir até 21 nós de velocidade máxima e com alcance de 11.000 milhas náuticas a 15 nós.



Militares da MB embarcam no NDM Bahia para cerimônia de incorporação - Foto: Marinha do Brasil

O navio servia desde 1998 na Marinha Francesa (Marine Nationale) com o nome Siroco, sendo desincorporado em julho deste ano e oferecido ao Brasil. A designação NDM significa “Navio Doca Multipropósito”, diferenciando-se de navios similares, porém mais antigos e limitados, classificados na MB como “Navio de Desembarque Doca” (NDD), como é o caso do NDD Ceará.


Militares da MB no convés do NDM Bahia durante cerimônia de incorporação - Foto: Marinha do Brasil

A classe “Foudre” (de dois navios, cujo líder também foi desativado da Marinha Francesa e comprado pelo Chile) tem acomodações para uma tripulação de aproximadamente 200 pessoas e mais de 450 fuzileiros navais para missões em operações de desembarque anfíbio (em situações emergenciais, pode acomodar mais de 1.500 pessoas). O hangar e convoo podem acomodar até sete helicópteros médios do porte do Super Puma, com pontos para pouso e decolagem de duas aeronaves no convoo e uma na cobertura junto à popa. A operação normal (com capacidade para apoiar e reabastecer simultaneamente, em operações contínuas) é de até 4 aeronaves.

A doca alagável, com cerca de 13.000 metros quadrados, permite operar diversas combinações de embarcações de desembarque de grande e médio porte. Essas características, somadas a instalações hospitalares com duas salas de cirurgia e 47 leitos, conferem ao navio uma capacidade multipropósito (para variadas operações militares e humanitárias).




2 comentários:

  1. Uma importante aquisição feita pela nossa Marinha. Apesar do baixíssimo orçamento disponibilizado pelos nossos governantes, nossa querida Marinha continua lutando tentando manter-se operacional com aquisição de equipamentos. Foi uma excelente compra de oportunidade; e que espero que não pare por aí(temos navios defasados ainda que precisam ser substituídos e complementados por mais navios de ponta). Parabéns Marinha do Brasil!!!!

    ResponderExcluir
  2. Tric.Mediterranic7 de abril de 2016 19:22

    Afinal o siroco sempre ficou em maos portuguesas...

    ResponderExcluir